quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Avassaladora
Capitulo 1 - Introdução

Nova York, ano 1998
Dezembro, frio, muito frio, nunca foi tão rigoroso um inverno por aqui, nem o aquecedor e as roupas pesadas podiam acalentar e aquecer meu coração, tão desiludido... Gritos, som alto, crianças berrando, aquilo tudo me deixava louca, pedia, implorava para que ele me ajudasse, tinha acabado de perder um emprego que havia me dedicado há anos, deixei de ter uma vida de muito conforto. Por que ele não me ajuda, o que eu fiz?

Ocupava um cargo de confiança e ganhava o suficiente para sustentar minha família. Meus filhos estudavam nas melhores escolas, tinham uma poupança polpuda para o futuro deles, tudo isso para que quando chegassem à faculdade tivessem seus futuros garantidos.

Minha casa era enorme e por isso eu tinha alguns empregados, alguns não, vários. Perdi tudo, por minha própria culpa, meu orgulho era enorme. Desafiei a todos, com razão, mas não deveria ter feito isso, o profissionalismo tinha que ter falado mais alto que meu orgulho.

Tentava em vão encontrar naquele homem toda a segurança, carinho e conforto que mais precisava nesses momentos, e não encontrei. Eram quase 8 anos de casamento, por que ele não era meu cúmplice, por que não era meu companheiro?

Ele não se preocupava em fazer nada para me ajudar, e eu cada vez mais sentia que me minhas forças se esvaiam, com filhos pequenos não tinha ânimo para sequer dar-lhes um beijo de bom dia.
Por várias vezes chegava à janela do prédio onde morava, e olhava os carros que mais pareciam de brinquedo, passando de forma ora desenfreada, ora morosa. Ficava observando as pessoas caminharem na rua, algumas vezes esbarrando-se outras vezes esquivando-se, tudo sempre igual e impessoal.

Quantas vezes, só eu sei, pensei em pular aquela janela e me jogar na imensidão do espaço para aplacar-me da tortura que tanto me assolava. Tudo encaminhava para que eu tivesse um fim trágico, e assim quase que a vida delineou o meu destino...